skip to content

Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais

Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais

Atividades

Live/debate realizado pelo Projeto Flor de Anahí: Mulheres Lutadoras Sociais, coordenado pela professora Kathiuça Bertollo.

 

Dia 24/11, a partir das 17h, via canal do C.A. do curso de Serviço Social da UFOP, CASS Igor Mendes, acontecerá uma live/debate acerca da Efetiva inclusão da Pessoa com Deficiência na UFOP. 

Este debate foi construído a partir de situação vivenciada pelo projeto PIDIC Flor de Anahí: Mulheres Lutadoras Sociais (de negativa de disponibilização de intérpretes de libras para a atividade prevista para o dia 25/11), e da constatação de que tal restrição de acesso à pessoa com deficiência em atividades realizadas pela universidade pública não pode ser por nós naturalizada.

Em diálogo com demais docentes e técnicos-administrativos constatou-se que tais negativas são uma constante diante das limitações estruturais da universidade. Assim, vislumbrou-se a necessidade de pautar mais amplamente a real situação da inclusão da pessoa com deficiência na UFOP e o combate ao capacitismo.

O objetivo é que as e os convidados reflitam e tragam elementos acerca da inclusão (ou a falta dela) em atividades na universidade, e assim podermos avançar nessa pauta que é coletiva e de responsabilidade de todos nós.

O debate acontecerá através deste link: 

https://www.youtube.com/watch?v=5kdAQiBRB4M

CASS Igor Mendes - UFOP - YouTube. 

Também, pedimos a contribuição de todas e todos na campanha de arrecadação financeira para pagamento dos intérpretes de libras para as atividades do dia 24 e do dia 25 de novembro. A meta a ser alcançada é de R$1.200,00. As doações podem ser feitas via PIX para a professora coordenadora do projeto Flor de Anahí: Mulheres Lutadoras Sociais, Kathiuça Bertollo. Chave do PIX: CPF 04164367903.

Contamos com a comunidade acadêmica da UFOP e comunidade em geral!

 

Projeto Flor de Anahí Mulheres Lutadoras Sociais 

O projeto Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais realiza lives mensais com o objetivo de dar visibilidade, voz e vez às mulheres lutadoras sociais que resistem e lutam contra a exploração, as violências e opressões da sociedade capitalista. Foi inspirado em atividades da disciplina "Classes e Movimentos Sociais" do curso de Serviço Social da UFOP, com a construção do "Mural dos Lutadores e Lutadoras Sociais".

A live de novembro terá a transmissão realizada pelo Facebook da Wiphala Frente de Trabalho e contará com a presença de Marinalva Oliveira, professora da Faculdade de Educação da UFRJ e ex-presidenta do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN. Além disso, Marinalva é Coordenadora do Laboratório de Inclusão, Mediação Simbólica, Desenvolvimento e Aprendizagem (LIMDA), atuando fortemente no ativismo pelos direitos das Pessoas com Deficiência e também na Base do Movimento Docente do ANDES-SN.

O encontro acontecerá dia 25/11, às 16:30 e será transmitido ao vivo no Facebook da página Wiphala - Frente de Trabalho.

 

Nesse mês de outubro, o Projeto Flor de Anahí: Mulheres Lutadoras Sociais tem como convidada a catarinense, natural de São Miguel do Oeste, Claudia Weinman. Além de jornalista, que pauta a sua profissão através de um jornalismo social, informativo e crítico, é militante da PJMP - Pastoral da Juventude do Meio Popular, espaço em que atua fortemente na questão dos direitos das comunidades indígenas e em defesa dos direitos das mulheres.

O encontro acontecerá dia 21/10, às 17h e será transmitido ao vivo no Facebook da página Wiphala - Frente de Trabalho.

 

 

Os projetos Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais e Discografia Veias Abertas Latino-Americanas: Canções de Resistência, ambos coordenados pela professora Kathiuça Bertollo e vinculados ao Programa de Incentivo à Diversidade e Convivência (PIDIC/PRACE), convidam toda a comunidade a participar de nossa SUPER LIVE, que acontecerá hoje (30/09), às 17h por meio do Facebook da Wiphala Frente de Trabalho, trazendo como tema MERCEDES SOSA - A VOZ DOS SEM VOZ!

Será um encontro maravilhoso realizado conjuntamente pelas duas equipes dos projetos com vistas a homenagear a resistência em vida e a representatividade de Mercedes Sosa, uma artista/mulher lutadora social latino-americana que marcou a musicalidade latina e mundial dando ênfase aos aspectos políticos, sociais e culturais de sua época.  
Agradecemos, e contamos com a sua participação! 

 

O Projeto Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais promove a terceira live e terá como convidadas a professora Valéria Correia, assistente social, que trará reflexões voltadas para a política de saúde, debate tão necessário na atual conjuntura, e sobre a sua experiência como reitora da UFAL. Nessa roda de conversa, teremos também a presença da Milena Barrosa, professora da UFS e coordenadora da Pesquisa: "Universidade sem violência: um direito das mulheres." A live ocorrerá no dia 29 de Julho, às 17 horas via Facebook da Wiphala Frente de Trabalho. 

O Projeto tem por objetivo dar visibilidade, voz e vez às mulheres lutadoras sociais que resistem e lutam contra a exploração, as violências e opressões da sociedade capitalista.

O Projeto nasce inspirado em atividade da disciplina 'Classes e Movimentos Sociais' do curso de Serviço Social da UFOP, no qual é construído o "Mural dos Lutadores e Lutadoras Sociais" e agora visa ampliar o alcance dessa ação para toda a comunidade acadêmica e externa à Universidade, e dar ênfase à questão de gênero.  

Não fique de fora! Contamos com a presença, interação e auxílio na divulgação.

 

O Projeto Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais promove a segunda live e terá como convidada Marta de Freitas, coordenadora do Fórum Sindical e Popular de Saúde e Segurança do Trabalhador e da Trabalhadora de Minas Gerais (FSPSST-MG) e do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM), no dia 24 de Junho, às 17 horas via Facebook da Wiphala Frente de Trabalho.  O Projeto tem por objetivo dar visibilidade, voz e vez às mulheres lutadoras sociais que resistem e lutam contra a exploração, as violências e opressões da sociedade capitalista. O Projeto nasce inspirado em atividade da disciplina 'Classes e Movimentos Sociais' do curso de Serviço Social da UFOP, no qual é construído o "Mural dos Lutadores e Lutadoras Sociais" e agora visa ampliar o alcance dessa ação para toda a comunidade acadêmica e externa à Universidade, e dar ênfase à questão de gênero.  A nossa convidada do mês de junho, Marta de Freitas trará reflexões sobre a saúde e segurança dos trabalhadores/as da mineração em Minas Gerais e sobre gestão ambiental. Será muito bom conhecer a sua grandiosa experiência de vida pessoal e enquanto mulher lutadora social.

Não fique de fora! Contamos com a presença, interação e auxílio na divulgação.

O Projeto Flor de Anahí - Mulheres Lutadoras Sociais promove a primeira live com a convidada Patrícia Ramos, professora, militante do Movimento Mulheres em Luta e do PSTU - Mariana, no dia 27 de Maio às 17:00 via Facebook da Wiphala Frente de Trabalho. O Projeto tem por objetivo dar visibilidade, voz e vez às mulheres lutadoras sociais que resistem e lutam contra a exploração, as violências e opressões da sociedade capitalista. 

O Projeto nasce inspirado através da atividade na disciplina 'Classes e Movimentos Sociais' do curso de Serviço Social da UFOP, no qual é construído o "Mural dos Lutadores e Lutadoras Sociais" e agora visa ampliar o alcance dessa ação para toda a comunidade acadêmica e externa à Universidade e dar ênfase à questão de gênero.

 

Cronograma

Todas as atividades terão início às 17h e previsão de término antes das 19h.
 

SEMESTRE 2020 -02 (DE MAIO ATÉ AGOSTO)

DATAS LIVES FLOR DE ANAHÍ (SEMPRE NAS QUINTAS-FEIRAS)

27-05

24-06

29-07

 
 
 

SEMESTRE 2021 -01 (DE SETEMBRO ATÉ DEZEMBRO)

DATAS LIVES FLOR DE ANAHÍ (SEMPRE NAS QUINTAS-FEIRAS)

30-09

21-10

25-11

 
Sobre o Projeto O projeto Flor de Anahí- Mulheres Lutadoras Sociais tem por objetivo dar visibilidade, voz e vez a mulheres lutadoras sociais. A proposta nasce inspirada em ação que é realizada na disciplina de Classes e Movimentos Sociais do curso de Serviço Social da UFOP. A operacionalização do projeto se dá através de equipe multidisciplinar. Conta com parceria entre as áreas de psicologia, serviço social e jornalismo, de profissionais diretamente vinculadas e também de externas à UFOP. Se constitui em pesquisa sobre mulheres lutadoras sociais e realização de lives mensais para apresentar a vida, a bandeira de luta e atuação de uma lutadora social. Nestas lives, a partir da presença/participação da convidada- mulher lutadora social  há interação com a equipe do projeto e com o público.
Orientador/Coorientador:
  • Profª. Kathiuça Bertollo
Contato: